terça-feira, 5 de julho de 2016

SUCESSO E LIDERANÇA/Capítulo II

Conforme prometi, gradativamente iria disponibilizando cada capítulo do meu livro SUCESSO E LIDERANÇA. Logo abaixo, inteiramente grátis, está o capítulo II do referido livro para você ler, enriquecer o seu protfólio de conhecimento e por em prática o que você acha importante desse aprendizado.

Capítulo: II

Segredos do Sucesso


             Ano Novo em curso, as esperanças se renovam na credibilidade de que possamos efetivar e realizar os projetos que idealizamos e planejamos no calor dos estourar dos fogos anunciando a chegada dos próximos 365 dias vindouros. O êxtase é tanto, que não nos preocupamos de fazer um check-up, mesmo mentalmente, de como andam a nossa motivação, capacitação profissional e intelectual, inclusão social, ambiente familiar, amizades, mercado de trabalho, saúde, etc, que são importantes instrumentos de viabilização dos objetivos aos quais desejamos alcançar.
           Será que temos a plena consciência de que o sistema de produção, ao qual pertencemos, não é permanentemente capaz de gerar igualdade e condições de oportunidades para todos? De que o rumo trilhado pela economia nacional gerou de um lado um quadro cruel de exclusão social para a maioria. E de outro, riquezas para as minorias.
           Se ainda não despertamos para tal situação, é bom acordar rapidinho e entrar em ação competindo para ocupar um lugar de destaque no sistema. Pois como sabemos, todos nós somos produtos do que fazemos e do meio em que vivemos. Nascemos sem saber de nada e nem falar sabemos. Na medida em que o tempo passa, vamos aprendendo e lapidando a nossa personalidade para os enfrentamentos corriqueiros do cotidiano.
           A competição, ela se faz presente no nosso dia a dia. O simples ato de nos relacionarmos com outra pessoa, já é competição. Assim sendo, se você quer ser um bom competidor e vencedor, se volte para dentro de si mesmo. Na natureza tudo são possível e passível de transformações. O que é forte hoje pode não ser amanhã. E vice-versa. Depende muito da capacidade de cada um a manutenção do “status quo” das conquistas em benefício próprio.
           A forma como você se apresenta inicialmente, seja lá para quem for, é a que fica guardada para sempre. Modificar esta postura é muito difícil. Capriche na sua aparência. Esteja sempre bem vestido com o cabelo cortado, unhas limpas e barbeado. Carregando consigo os bons modos e linguajarem adequados para as ocasiões. Trate muitas bem as pessoas. Ajude a quem necessita. Respeite a opinião dos outros. Crie soluções rápidas para questionamentos insolúveis.  Tenha a certeza: a primeira impressão é a que fica.
          Nunca se lamente, reclame ou se desculpe futilmente em público. Guarde para você mesmo as suas decepções e deficiências. Não as transpareça. Compartilhá-las com alguém é preocupante e temeroso. Quando expostas, podem transformar-se em problemas, obstáculos e subsídios para os concorrentes. Ocupe o seu tempo com tarefas que somem para fazê-lo um vencedor. A vida passa muito rápida. Não se deve deixar para depois, o que se pode fazer hoje. O tempo é o senhor da razão. Tudo na vida tem princípio, meio e fim. Você tem que saber aproveitar cada minuto de tempo da sua vida. Não o desperdice com bobagens e nem tão pouco com ações que não rendem nada. Use-o para adquirir e/ou consolidar o seu grau de formação. Todos nós precisamos ter o mínimo de conhecimentos possíveis. Um conjunto de conhecimentos compõe o que nós chamamos de formação. Com ela, as portas dos acessos se abrem com um grau de dificuldade menor. E a tendência para resoluções de problemas difíceis se torna menos impactante.
           Seja audacioso e auto suficiente. Assuma responsabilidades. Diga, sempre, eu sei fazer. Eu posso. Eu faço com perfeição. Deixe comigo. Não se preocupe, Eu sou competente suficiente para solucionar todas as dificuldades que por ventura se apresentarem. Não existe alguém melhor que eu. Não tenha medo de assumir riscos dentro das suas limitações. Seja determinado. Nunca diga não. Mesmo que as dificuldades estejam acima das suas condições. Saiba dizer sim. Aprenda a dizer não quando necessário for. Saiba avaliar, constantemente, custo/benefício. Seja você. Não tenha receio de ser autêntico. Procure estar insistentemente em sintonia com os avanços tecnológicos. A rapidez com que acontecem às mudanças operacionais nos instrumentos e equipamentos de primeira necessidade de uso contínuo, no nosso dia a dia, é muito grande. Por isso, é fundamental estar atento.
           Ser um competidor competente é regra número um para ser um vencedor. Fique ligado. O mercado das oportunidades da vida só procura absorver o melhor de todos. Não existe espaço para o mais ou menos, o que pensa que sabe tudo e não sabe nada, o bonzinho, o achismo, o mediano, o talvez, etc. Ou é bom totalmente, por completo, ou nunca terá acesso direto às oportunidades que se apresentam. Temos que entender que a concorrência vem de todas as direções que se possa imaginar. Vence quem está mais bem preparado. E quem está muito bem preparado tem as melhores condições de receber e, automaticamente, amortecer a dura realidade de um ‘NÃO’ oferecido pelas escolas do mundo. Como, também, de não ser o escolhido. Ser o escolhedor. É excelente ter o poder de decisão para as coisas que se apresentam na condição de múltipla escolha.
            Queremos ter casa, carro, de preferência o mais caro, iate, poder, dinheiro, influência, construir um patrimônio consistente, ajudar a família, e muito mais, sem fazer por onde conseguir ou, até mesmo, com o mínimo de esforço possível. Sabemos que a riqueza gera poder, certeza de futuro tranqüilo, saúde, paz, prosperidade, amizades, barriga cheia, respeito, imunidade, união, discernimento, e tudo a mais. Esquecemos que na nossa trajetória de busca dos meios para atingir os fins, negligenciamos, bestialmente, o modo operante que utilizamos. Nada cai do céu. Nada ocorre gratuitamente no presente sem que haja uma cobrança no futuro. Nada se cria se não for pela força da ação de quem interessar possa.
            Vez em quando, interrogue a si mesmo. Faça reflexões das suas metas e objetivos. Se naquele momento da sua vida, você já adquiriu nível adequado para atingir os resultados almejados e desejado. Se ainda não, insista. Persista constantemente com alegria e firmeza de quem sabe o que quer e aonde, com toda a convicção do mundo, vai chegar.  Nunca desista dos seus ideais. Acredite no poder e na força que existe dentro de si mesmo. Você pode tudo. Divulgue para quem quiser ouvir: eu tenho a força. Eu sou poderoso. Comigo ninguém pode. As ferramentas de transformações e realizações estão dentro de cada um. Utilize-as com a determinação de que vai vencer. Dessa maneira, permita-se desafiar os mais astuciosos, perigosos e ardilosos inimigos. Sem o mínimo receio de que possa sofrer derrotas. Mostre-lhes que você é imbatível e indestrutível na arte de conquistar as vitórias.
           A vida é feita de batalhas. Cada um que procure ocupar seus postos estratégicos para defender-se dos oponentes. Por mais fraco que possa ser o inimigo, nunca o subestime completamente. Qualquer descuido pode colocar tudo a perder. Todo esforço desprendido tornar-se-á inútil.
           Mesmo que os resultados, momentaneamente, não sejam satisfatórios, reavalie-os e tente outra vez. Conscientizar-se de que o presente vira passado no futuro, é item de grande valia no modo de produção em que vivemos. É muito bom chegar lá na frente, olhar para trás, e ver que foi construído um passado de glórias repleto de todas as maravilhas da vida que todos desejam. Sabendo que, em cima disso, a história da sua vida está escrita com a confiança, íntima, da consciência tranqüila do dever cumprido.
           Se em algum momento sentir que vai fraquejar, lembre-se que, igualmente como você, outros já percorreram o mesmo caminho e chegaram lá. Chegou lá porque se permitiram sonhar, ousar e acreditar, potencialmente, em si mesmo. Conjunto de qualidades que só os mais interessados, determinados e os campeões são capazes de possuir e alcançar.
         O poeta já dizia o que é comprovado cientificamente: sabemos usar apenas dez por cento da capacidade que possui o nosso cérebro. Então, não fique aí parado. Creia em sua própria genialidade. Motive-se e se entregue com seriedade e paixão à tarefa de materializar os seus próprios desejos. Busque novas técnicas e maneiras de desenvolver a sua mente cerebral. Deixe-a preparada para enfrentar e resolver, eternamente, os seus problemas.
         Os problemas estão sempre presentes e emergentes no caminho daqueles que desejam ser bem sucedidos. Ignorá-los, certamente será preciso em certas ocasiões. Derrotá-los, se faz necessário como única forma de atingir os degraus da vitória das realizações objetivadas. Utilize todas as armas que possuir nas batalhas das conquistas, como diz a oração, do pão nosso de cada dia e da fortuna.
         Nunca se esqueçam de lembrar: a história é escrita por vencedores. E só os vencedores são requisitados, valorizados, respeitados, bajulados, etc. Eles servem de referência ou modelo a ser seguido e copiado. Não há espaço para os fracassados. Só os vencedores prosperam. Possuem os melhores carros, casas, roupas, mulheres, amizades e tudo o que tem qualidade. Criam e ditam as regras do jogo. Alteram-nas, de acordo com seus interesses e necessidades. Sempre em detrimento dos mais fracos que não tem forças e nem capacidade suficiente para resistir. Os fracassados são esmagados pelo sistema. Eles não têm a altivez e nem a essência para serem campeões. Contentam-se com muito pouco e não reagem por que pensam que estão arranjando confusão. Estão sempre cabisbaixos e não encaram as pessoas e nem as dificuldades olhando de frente. Possuem um dicionário de desculpas para justificar os seus erros e derrotas. Quando, erradamente, são chamados a ocupar espaços, alegam falta de tempo ou que aquilo não é compatível com o seu perfil. Quando são cobrados pela sociedade, respondem: Deus proverá. Pois, são pobres de espíritos. Desprovidos de conteúdos que só os vencedores possuem. Joga nas mãos de Deus, a responsabilidade de fazer sucesso. Esquecendo, despretensiosamente, que Deus disse: faça a tua parte que eu vos ajudarei.
           Portanto, não se deixe dominar pela fraqueza, comodismo, sincretismo religioso, derrotismo, inoperância, incapacidade, desconhecimento, omissão, etc. É muito mais aceitável perder pela ação do que pela omissão. O ditado exemplifica: água mole em pedra dura, tanto bate até que fura.
          Quebre todo e qualquer tipo de resistência, preconceito, indiferença ou qualquer outro tipo de obstáculo. Ultrapasse as barreiras materiais ou psicológicas que encontrar pela frente. Supere os próprios limites. Carregue, perenemente, dentro de si, a certeza do sucesso.
          O sucesso seja qual intensidade for, é acessível e passível de ser atingido. O sucesso não acontece por acaso. De alguma forma, ele tem que ser consistentemente e conscientemente conquistado. Pensar que pode conquistá-lo sem a consciência e o preparo adequado é puro engano.
         A distância existente entre o fracasso é o sucesso é separada apenas por uma linha muito fina. Os resultados negativos gerados na constatação de um possível fracasso é devastador para o íntimo daquele que está buscando alcançar o sucesso. Se já não existir uma estrutura emocional e de experiência instalada, será muito difícil alguém se recuperar com ânimo para tentar uma nova empreitada. Pois, é inerente à natureza do ser humano brasileiro a tendência ao derrotismo e a solução dos problemas para a última hora fundamentada em diversos fatores, de ordem crônica, herdados desde a época do descobrimento ou de ordem familiar. E que teimosamente insiste em fazer parte do acervo cultural da personalidade de cada um de nós.
         Portanto, quanto mais cedo ocorrer a largada rumo às conquistas. E o quanto antes alguém descobrir que é capaz de trilhar os caminhos do sucesso, mais chance terá de atingir o alvo desse sucesso. Assim sendo, se existe alguma vontade de vencer na vida dentro de algum possível candidato, trabalhe fervorosamente com a determinação total de fazer com que o sucesso aconteça.
        Quem quer fazer sucesso na vida, tem que estar preparado e disposto a enfrentar todos os tipos de adversidades imagináveis e possíveis. Tem que ter disciplina.
        No exato momento em que alguém confia, irrefutavelmente, na sua própria capacidade de conhecimentos, convivência com forças opostas, competência para tomar decisões e não se intimida com acúmulos de problemas, é hora de dar a largada em busca das realizações e dos sonhos desejados.
        O sucesso é efêmero. Ele nunca é maior daquilo que idealizamos. Só o tempo é capaz de mostrar se o caminho percorrido foi o correto. Se o tamanho do sucesso foi o que planejamos.
       Temos que ter a percepção que o tamanho e a qualidade de tudo o que almejamos e queremos possuir na vida é de competência da nossa capacidade e disposição de fazer acontecer às coisas. De pegar peças soltas e transformá-las objetivamente em produtos consistentes e reais que sirvam de mola propulsora para impulsionar os nossos sonhos, os nossos ideais, as nossas aspirações e realizações.
       A terra é um lugar potencialmente abundante em todos os fatores de produção necessários para gerar as transformações e conquistas que tanto lutamos a vida inteira para conseguir e consolidar como instrumento de cidadania e dignidade humana.
      É coisa do passado, ficar reclamando contra tudo e contra todos. Especificamente, contra: político ruim, o subdesenvolvimento brasileiro, a concentração de renda exagerada, a falta de oportunidades, o poder econômico, a falta de percepção da evolução gradativa do mundo por parte das elites do Brasil, a nova derrama brasileira, a falta de um projeto de longuíssimo prazo para o nosso país, desigualdade social, etc.
      Assim sendo, vamos à luta. Arme-se. Coloque a sua melhor armadura de combate. Proteja-se com tudo o que tem direito. Ponha a sua arma para trabalhar. O inimigo é maléficamente impiedoso. Derrote todas as adversidades que encontrar pelo caminho. Antes elas do que você. Siga. Vá em frente. Não se incomode com as derrotas dos seus oponentes. Certamente, lá na frente eles se recuperarão. Terão novas chances. Pois, quando se luta com coragem e com decência a vitória é mais do que merecida e inquestionável.
     As oportunidades estão aí para serem conquistadas. Faça da sua capacidade o instrumento de transformação dos meios em um oceano de sucesso. O infinito é o limite. A certeza e a qualidade que possuímos e que colocamos em tudo aquilo que executamos e produzimos, sempre retorna em forma de produtos e benefícios que tanto buscamos e batalhamos para, inexoravelmente, conseguir.
       Sabemos perfeitamente que só de pensar de que vivemos permanentemente em clima de competição com objetivos e metas a ser atingidas e ultrapassadas mete medo, insegurança e ansiedade. Entretanto, acredite. O sucesso está em você. Seja ele pequeno ou grande. Espetacular ou desprezível. Estrondoso ou imperceptível.
      Você tem que aprender e entender tudo o que é necessário para ser um bem sucedido. E como isso se processa: aprendendo, misturando e aplicando, na medida certa, todos os ingredientes necessários que o sistema efetivamente solicita para a efetivação adequada do seu enorme potencial de atingir o clímax do sucesso em sua plenitude maior. A experiência mostra que apenas a vontade isolada não é fator suficientemente determinante do sucesso. 
     O sucesso é a materialização do que pensamos e desejamos para nós expressos pelos resultados vitoriosos das nossas ações e atitudes. Você tem que estar preparado no local certo, na hora certa, no negócio certo, com o produto certo, no caminho certo, com as parcerias certas, com a disposição e vontade de vencer na medida em que se fizer necessário, etc. Mexa-se. Caso contrário, a tua consciência, amigos, parentes e aderentes te cobrarão lá na frente de uma forma não muito agradável.
     Antes que isso aconteça, precocemente, conquiste tudo o que tem para ser conquistado e diga: “eu sou a expressão máxima da essência do sucesso. Pouco ou muito, bom ou ruim, rápido ou atrasado, acanhados ou expressivos, escassos ou duradouros, mas, fui eu que conquistei. Conquistei porque fui ousado e determinado em todos os momentos e situações em que as ocasiões exigiam. Não me deixei ser superado tão facilmente. E quando tal fato acontecia, eu empreendia esforços para logo retomar a dianteira. E como em um jogo de xadrez, tinha sempre as pedras certas nos lugares certos para movimentá-las corretamente permitindo sempre aplicar um xeque mate de competência em todos os desafios, que por aventura, se apresentavam”.
      O sucesso não acontece apenas porque você o deseja. O sucesso só acontece quando você transforma desejo em ação.  Combinando os seus ingredientes em dosagens corretas e precisas.