terça-feira, 25 de março de 2014

O PREÇO DA PROSPERIDADE

QUANTO CUSTA!?
No Brasil do momento não é mais possível que as pessoas, classe média pra baixo, paguem um preço tão alto pela sua busca de auto realização e sobrevivência. Custo de vida subindo, inflação não repeita ninguém, taxa de juro nas nuvens e um estado de corrupção que ninguém consegue controlar. Contudo, as pessoas precisam viver. E pra isso necessitam de adquirir bens que ajudem  a amenizar  nesta trajetória de vida. Assim sendo, não é mais admissível que o cidadão não consiga ter sua casa própria, tenha seu automóvel pra trabalho e lazer, não consiga se alimentar bem, etc... Temos como exemplo a farta propaganda das facilidades de se comprar um imóvel; mas, quando manifestamos o interesse pela compra, as dificuldades impostas são tantas que desistimos. Se alguém vai comprar um automóvel, compra um fusquinha e paga o preço de uma camionete. E por ai vai! Esse é o preço da prosperidade: compramos um e pagamos o preço de dois.