sábado, 2 de março de 2013

POLÍTICA


PMDB disputará presidência em 2016

Em convenção nacional, PMDB reafirma aliança com PT para 2014 e sonha com candidato próprio a 2018

Em convenção nacional realizada neste sábado em Brasília, o PMDB confirmou a aliança com o PT para as eleições presidenciais de 2014. O presidente em exercício da sigla, senador Valdir Raupp (RO), diss eestar disposto a lançar candidato próprio a presidente em 2018. "Essa é a nota meta", disse.


O desejo de candidato presidencial também foi endossado pelo senador Eunício Oliveira, líder do PMDB no Senado.
"Em 2014 vamos colher os frutos do nosso trabalho, da nossa competência, para tornar em 2014 Michel [Temer] vice-presidente, a presidenta Dilma reeleita e o maior número de governadores", afirmou o deputado Henrique Eduardo Alves (RN), presidente da Câmara.
O líder do PMDB na Câmara, Eduardo Cunha (RJ), afirmou que a convenção é "o início de uma arrancada". "Nós temos a condição de ganhar a Presidência da república em 2018. Um partido forte começa com condições de crescer. Time que não joga não tem torcida. O PMDB vai mostrar em 2014 o quão grande ele é".

Apoio a Sarney e Renan

O auditório do centro de convenções onde ocorre o evento foi tomado por militantes do PMDB segurando bandeiras, vestindo camisetas e viseiras com os logotipos do partido.
Entre as palavras de ordem gritadas pelos militantes, era possívell ouvir "Sarney, guerreiro, do povo brasileiro" e "Renan é meu amigo, mexeu com ele, mexeu comigo".


Autor: UOL | Fonte: UOL (Copiado do Portal Potiguar Notícias)