sexta-feira, 7 de maio de 2010

JÁ ERA HORA. ALGUÉM TOMOU UMA PROVIDÊNCIA

Tribunal Regional Eleitoral condena Amaro Saturnino a dois anos de reclusão

O ex prefeito do município de Maxaranguape, Amaro Saturnino (PSDB), foi condenado pelo TRE, por unânimidade, nesta quinta-feira, dia 06, a dois (02) anos de reclusão por ter falsificado diploma de ensino médio para poder ter acesso à faculdade privada, segundo informações apuradas, e estudar Direito e ter apresentado o mesmo ao TRE na eleição municipal de 2004.
No dia 30 de junho de 2004 ele entregou documentação falsa de conclusão do ensino médio à 6ª Zona Eleitoral, durante o registro de sua candidatura à prefeitura de Maxaranguape.
Amaro responde ao mesmo processo na Justiça Criminal.
O ex-prefeito é pré-candidato a deputado estadual.
Mas poderá não ser candidato caso o projeto Ficha Limpa seja aprovado pelo Congresso Nacional.
Amaro responde a vários processos na Justiça.
Um morador que milita na política de Maxaranguape, disse: "já era hora. Até que enfim, alguém tomou uma providência".
(Fonte: blog do Oliveira).