sexta-feira, 2 de abril de 2010

ERRAR É HUMANO. MAS, PELA SEGUNDA VEZ É...

Indução ao erro ou forças ocultas

Nesta sexta-feira santa, do feriadão, estive ouvindo alguns eleitores a respeito das chances dos prés candidatos ao governo do estado vencer a eleição. E o que mais ouvi foi que a ex governadora, Vilma de Faria (PSB), está cometendo o mesmo erro que cometeu na campanha municipal em 2008. Ou seja, está apoiando, no momento, um candidato sem forças políticas agregadas e nem condições de convencer o eleitorado a votar nele devido à sua trajetória política está vinculada a uma região e o que tem feito até agora, como deputado federal, só tem sido suficiente para garantir suas reeleições à assembléia legislativa federal. Daí, ficam as perguntas: será que o atual governador e pré candidato à eleição, Iberê Ferreira de Sousa (PSB), é tão fraco, politicamente, assim? Por que Vilma de Faria (PSB), que tem o adjetivo de "guerreira", se submeteria a perder pela segunda vez consecutiva compremetendo, desta vez, a sua eleição para o senado? E o PT e o presidente Lula tem alguma ingerência na indicação de Iberê ao governo do RN? Será que Iberê Ferreira de Sousa é mesmo o candidato ideal para ganhar a eleição e manter a mesma estrutura política no poder do RN?