quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

ELEIÇÕES 2010

Partido Social Democrático Brasileiro (PSDB) pretende lançar candidatura de José Serra para presidente do Brasil, provavelmente, no final do mês de marçoPor Raymond Colitt

BRASÍLIA (Reuters) - O PSDB, principal partido da oposição, confirmará o governador de São Paulo, José Serra, como candidato à Presidência provavelmente no final de março, disse à Reuters o presidente nacional da legenda nesta quinta-feira. O senador Sérgio Guerra (PE) afirmou ainda que Serra, se vencer as eleições de outubro, irá aperfeiçoar a disciplina fiscal ao limitar os gastos correntes, vai manter o regime de câmbio flutuante e fortalecerá as agências reguladoras. "Não há dúvida, será Serra", afirmou Guerra à Reuters. "Até o final de março, esta questão estará resolvida", disse ele sobre o anúncio oficial da candidatura de Serra.

O governador lidera pesquisa com 36 por cento das intenções de voto, à frente da ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, candidata do presidente Luiz Inácio Lula da Silva à sua sucessão, com 25 por cento, segundo levantamento do Ibope deste mês.

Guerra disse que um governo do PSDB reforçaria a disciplina fiscal em relação à administração atual. (Fonte: MSN Notícias)

No Rio Grande do Norte, o deputado federal Rogério Marinho assumiu o PSDB em setembro de 2009 e de lá para cá vem trabalhando árduamente no desenvolvimento da legenda e na articulação e viabilização, perante os potiguares, da candidatura do governador de São Paulo, José Serra, para presidente da república.
Quando assumiu o comando dos Tucanos no RN, Rogério Marinho promoveu um encontro do Partido Social Democrático Brasileiro em solo potiguar e teve o apoio maciço de filiados, amigos e simpatizantes.