domingo, 16 de agosto de 2009

Projeto do complexo viário do Gancho de Igapó é apresentado em São Gonçalo

O prefeito Jaime Calado participou de uma audiência pública realizada na manhã da terça-feira (28/07)do mês passado, na Câmara Municipal de São Gonçalo do Amarante. Também estiveram presentes os vereadores do município, o vereador de Natal, Adão Eridam, o deputado estadual, Poti Júnior, o prefeito de Extremoz, Klaus Rego, servidores públicos e líderes comunitários. A convocação aconteceu em função da apresentação do projeto básico do complexo viário do Ganho de Igapó e atendeu ao pleito do deputado federal, João Maia.

“Estive com o ministro dos Transportes, Alfredo Nascimento, junto com o prefeito Jaime Calado e ele me garantiu os recursos para a construção da obra. O ministro pediu que a população fosse ouvida e que o projeto contemplasse uma obra bonita, mas que agradasse a todos os envolvidos no processo” relatou João Maia.

O superintendente regional substituto do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes – DNIT, Gledson Maia, fez apresentação do projeto executado pelo setor de engenharia do órgão. A audiência pública foi aberta para que a população opinasse sobre o projeto, com sugestões que vão ser analisadas e podem contribuir para a elaboração do projeto definitivo que vai ser licitado.

O prefeito Jaime Calado destacou a batalha travada para a construção de duas passarelas ligando os bairros de Jardim Lola e Igapó. “Em primeiro lugar quero agradecer o esforço do deputado João Maia na conquista dessa obra importantíssima e informar que a licitação das duas passarelas ligando os bairros de Jardim Lola e Igapó já está andamento e os trabalhos devem começar ainda este ano. Junto com o complexo viário do Gancho essas passarelas vão evitar as mortes trágicas registradas no trecho da Avenida Tomaz Landim”. Jaime reforçou a necessidade de inclusão de passarelas também na extensão de duplicação da RN 160.

Gledson Maia disse que o projeto vai ser executado em conjunto com a prefeitura de Natal para adequar às necessidades dos moradores da Zona Norte da cidade e em acordo com os empresários da área. “O supermercado Nordestão já se colocou a disposição para ajudar a resolver os problemas de tráfego no Gancho. Vamos nos reunir com outros empresários com a intenção de fazer com que a obra cause o menor impacto possível na atividade comercial.

Estudo – uma avaliação da área realizada pelo DNIT constatou números surpreendentes sobre o crescimento da região. A BR 406 e o Gancho de Igapó representam rota de passagem para a região do Mato Grande, por meio da BR 101, abrangendo 15 municípios. O estudo apontou ainda que de 2002 a 2007 houve um crescimento de 67% na frota de carros. A área concentra 45% da população de Natal e 35% da população da Grande Natal e 53% de toda frota do Rio Grande do Norte está na Região Metropolitana de Natal. Nesse mesmo período aconteceu uma grande expansão imobiliária e econômica, além do incremento futuro gerado pela instalação do aeroporto de São Gonçalo.

Projeto - A obra está orçada em R$ 6 milhões e vai contar com dois viadutos no Gancho de Igapó, ligação com a Avenida das Fronteiras, implantação de pistas locais, duplicação do segmento compreendido entre o supermercado Nordestão e o acesso ao Conjunto Amarante (RN 160), numa extensão de 6 km, e a melhoria na acessibilidade para os pedestres.

Vantagens – as soluções imediatas mostradas pelo DNIT apontam para o fim dos congestionamentos, redução de acidentes, diminuição do tempo de viagem, extinção dos estacionamentos irregulares e a melhoria da acessibilidade para São Gonçalo do Amarante.